h1

O dilema petista

dezembro 12, 2012

jornais

O PT está emparedado pelos barões da mídia nacional que, na falta de um partido de oposição que faça frente ao governo de Dilma, assumem, eles mesmos, o papel de oposição.

As razões do emparedamento, para muito além da relativização ética na qual mergulhou o PT e para muito aquém de qualquer afeição da grande mídia a princípios éticos, resultam das opções petistas pelo pragmatismo eleitoral, pela adaptação às regras do jogo, pelo deslumbramento de uns petistas e soberba de outros com a chegada ao “poder” e pelo misto de ilusão e ingenuidade de que é possível operar mudanças estruturais no sistema de dominação em conciliação com os donos do capital.

O PT precisa, para ter forças de enfrentar os que o emparedam, enfrentar liminarmente os seus próprios dilemas internos que fizeram do partido, que foi a mais extraordinária conquista genuinamente popular da história brasileira, uma organização pusilânime, encurralada e aparentemente sem rumo, a despeito da aprovação popular ao governo de Dilma, aprovação esta que pode ser corroída, minada.

Está em curso acelerado, não exatamente a criminalização da política e dos políticos em sentido geral, mas a criminalização do PT e dos petistas em sentido estrito.

Anúncios

One comment

  1. a aprovação nao sérá de forma nenhum corroída somos mto ignorantes: “minha vida está melhor os governantes podem roubar que nem me interesso!”
    esse é o povvo brasileiro…BURRO, infelizmente!



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: